Como evitar o sincericídio?

A palavra tem muito poder e quando não é usada com prudência, amorosidade e responsabilidade, podem acarretar estragos incalculáveis nos relacionamentos, sejam eles pessoais ou profissionais.
sincericídio

O Marquês de Maricá – Mariano José Pereira da Fonseca -, foi um grande escritor, filósofo e atuante político no Brasil imperial, e à época já nos alertava que: “A sinceridade imprudente é uma espécie de nudez que nos torna indecentes e desprezíveis”.

Faz todo sentido, na medida em que sabemos que palavras são como flechas que, uma vez lançadas, não voltam mais. Em tempos onde os termos homicídio, suicídio, feminicídio e outros que ocupam cotidianamente os noticiários, precisamos estar atentos também à letalidade do sincericídio.

Sincericídio é a arte de se denegrir por excesso de sinceridade. É diferente de sinceridade, que é a arte de dizer verdades. A palavra tem muito poder e quando não é usada com prudência, amorosidade e responsabilidade, podem acarretar estragos incalculáveis nos relacionamentos, sejam eles pessoais ou profissionais.

Todos concordam que é melhor uma crítica construtiva do que um elogio leviano. Isso está perfeito, mas mesmo para criticar construtivamente, ensinar ou corrigir, precisamos ter a alma leve e extremo cuidado para não ferir ou magoar alguém, especialmente alguém que esteja inserido em nosso contexto de vida familiar, social ou de trabalho.

Não custa lembrar e alertar que: “O homem morre não pelo que entra pela boca, mas pelo que sai dela”.

Então, sejamos amorosos e responsáveis com cada palavra proferida. A boa notícia é que os reflexos desse comportamento repercutem em nós mesmos, pois, fazer o bem, sempre nos fará bem, porque o “bem” está com nós mesmos, independente da circunstância em que ele é praticado.

Vamos agir assim?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up